segunda-feira, 29 de julho de 2013

E...

Oi pessoas!!!

Semana começando cheia de desafios, rsrs.
Não tive muito sucesso no desafio mais ligth que alface (até me expulsaram, rsrs), mas estou disposta a começar um novo.
E esta semana já começa com um desafio pessoal importantíssimo e difícil.
Mas sou capaz e assim que tiver certeza que consigo, eu conto.

Dai que desde sexta a nuvem preta tá rondando por aqui.
Começou no café da manhã. Estava toda pimpona, comendo meu pão de farinha de arroz com café e leite quando sinto algo duro entre os dentes!
Parecia uma pedra, mas sei lá, na hora da indecisão entre jogar pra fora o que estava na boca e engolir... engoli. EEEECA!
Imediatamente me lembrei de um dente que estava com problema... enfiei a língua e: o dente estava quebrado!
PQP! Engoli um pedaço de dente!
Parei de comer na mesma hora... chateada!
Liguei pra dentista enfrente minha casa e agendei consulta. Por sorte ela me atendeu na sexta mesmo... e já agendamos pra HOJE, 11:30 pra extrair o que sobrou do dente.
Não vou restaurar, pq este dente (o que sobrou dele) já sofreu demais, coitado!
Tratei o canal já faz uns 20 anos. Dai dentista havia me alertado que a vida útil dele seria uns 5 anos... Durou 15.
5 anos atrás, quebrou a lateral e restauramos. Quebrou de novo e restauramos. Dai, quebrou e desde então, fiquei com uma parte e toda a obturação intacta, porém, sem a lateral externa.
Não incomodava e como é o penúltimo dente de baixo, além de não aparecer eu usava normal para mastigar. E nesses 5 anos ele foi bem usado viu... Só que tudo um dia acaba e a vida dele acabou sexta feira. Ou melhor, acabará hoje. Vou arrancar, sem dó.
Se depois sentir falta, colocamos uma prótese que será fixada ao osso. Mas como sou cuzona demais, vou pensar bem antes, rsrs.

No sábado, tava tão chateada que dormi o dia TODO!
Como a casa estava em ordem e o frio estava de doer (saiu sol, mas eu não coloquei a fuça pra fora), levantei, fiz pão e dormi. Acordei 10:00hs tomamos café e dormi de novo. Só levantei às 16:00hs.
Preparei frango apimentado. Depois coloco a receita que peguei num site super bacana.
Jantamos às 18:30, tomei banho e cama! Dormi gostoso.
Mas, às 03:00 da madrugada o filhote me chama. Estava passando mal...
Dor de estômago, enjoo... Dei um antiácido e ele voltou pra cama. Às 07:00, quando marido levantou, ele voltou pro meu quarto reclamando de dor... Ai ai...
Mandei deitar na minha cama, fiz um chá e fiquei de olho. Achei um frasco de buscopan e dei pra ele tomar.
Ele dormiu um pouco, depois fiz um mingau de aveia e pão na chapa. Tomou um pouco do mingau e comeu um pão.
Levantei e fui cuidar do almoço, lavar os quintais e o moleque lá, na minha cama, reclamando...
Fiz uma sopa de legumes e carne, suco de laranja.
Ele comeu, dormiu e acordou reclamando...
O jeito foi levar pro hospital.
Ficamos lá das 18:00 até 23:00hs!
Ele fez exames, tomou medicação, soro...
Voltamos pra casa com a receita de omeprazol e buscopan.
Ele dormiu bem esta noite, mas às 06:30 quando acordei, já estava reclamando de novo.
Conseguiu tomar meio copo de leite e 2 fatias de pão.
Dei omeprazol, buscopan e dei meio copo de chá de sene.
Tenho certeza que o frango apimentado foi o causador...
Não falamos pro médico, mas sabe quando se tem certeza?
Pq ele não comeu nada diferente...
Agora está dormindo, se não melhorar, voltamos pro hospital.
Aninha e marido estão bem, graças à Deus, rsrs.
E nesses 3 dias turbulentos, eu com meu dente e o filho com o estômago zuado... acabei comendo sem nem ver...
Engordei, inchei, sei lá. Só sei que o peso tá maior.
61,2 (ontem).
Hoje nem me animei a subir na balança. A "dona moça" tá chegando e prefiro não ver pra não desanimar.
Daqui a pouco atravesso a rua e vou arrancar o dente. Tenho pavor da anestesia. Dói e eu odeio sentir dor.
Aninha vai comigo, pra segurar minha mão.
Ela disse assim: Mãe, por favor hein, não vai chorar!kkkkkkkk.
Uma vez ela foi comigo tomar injeção. Ela era pequena, tinha uns 4 ou 5 anos. Tomei duas injeções, estava com a garganta infeccionada... e claro, abri o bocão. Chorei tanto e na frente dela, rsrs.
Que vergonha né? Depois eu reclamava quando a baixinha chorava pra coletar sangue ou tomar injeção, rsrs.
Se eu que servia de exemplo fazia escândalo... como cobrar que eles não fizessem né...
Tô nem aí... dói, eu choro e pronto. Não sou super nada, hehe.
Como o post já tá gigante, amanhã eu conto algumas experiências com os pães de farinha de arroz feitos na máquina de pão.
Novidades, rsrs.
BEIJOS.

*Orem pra que eu não sinta dor ao extrair este dente, rsrs. Pq se doer... a rua toda ouvirá meus berros! Tô nem aí...

4 comentários:

Brechique da Dodoca disse...

Minha querida Andréa,

Acho que não doeu não: os gritos nem chegaram aqui1 Rsssssssssssssssssss
Vai á luta, menina! Admiro vc pra caramba, com peso ou sem peso!
Bjssssssssssssssss, quérida, Deus a abençoa!

Márcia disse...

Eu simplesmente odeio ir ao dentista, passo mal antes de ir, soa frio e qdo sento na cadeira lá fico dura feito uma estava... aff! Eu q trabalho na área de saúde me envergonho disso mas é mais forte q eu, trauma de infância! BJks

Carla Renata Galassi disse...

nega.. vai me desculpar.. mas ri muitooo do choro na injeção.. ai ai ai hein..rs.. vou fazer com vc como faço com minhas crias... "ENGOLE O CHORO" ..KKKKKK (ELES TEM TRAUMA DESSA FRASE" kkkkkkkkkkk.. bjokas lindona e muita gelatina nessa hora.rs

Anônimo disse...

Tenha dó! Pelo amor de Deus, faça um implante em seguida. Nada mais deselegante - pobre mesmo - que faltar um dente na boca.
Aff, nem pense em dor. Pense em seu bem-estar sócio-fisiológico-psiquico-e tudo o mais que a falta de um dente pode ocasionar. Pode ser o último,não faça esse desleixo com vc.
Se não tu vai ter que mudar o nome do blog.
Só isso. rs

Progresso

NeoCounter