quarta-feira, 18 de abril de 2012

Vontades...

Oi pessoas!!

Tava pensando esses dias como é minha relação com a comida... e cheguei a conclusão que temos uma relação de amor e ódio!

Noutros tempos eu comia quando estava triste, quando estava alegre (comia mais ainda). Comia por gula, comia por dó de jogar a comida fora.
Já faz algum tempo também que percebi que comia por vários motivos, menos pelo principal. FOME.
Tenho certeza que fome, fome mesmo, eu tive raras vezes.
Agora... vontade de comer... essa sempre esteve presente.
E era vontade de tudo que que não é exatamente saudável né...
Pq dificilmente ouvimos alguém dizer: ai que vontade de uma salada de alface!
Pois é...
Percebi também que muitas coisas eu comia, não pela vontade e sim  pelo aroma que elas tinham.
Putz... cheiros nos trazem recordações tão boas... algumas não, mas a maioria sim!
Exemplo: PÃO!
Minha relação de amor e ódio com o pão começou na adolescência.
Comecei trabalhar com meu pai muito cedo e a noite, antes do jantar, eu ia numa padaria chique lá de onde morávamos (Tatuapé) e comprava os mais deliciosos e cheirosos pães que tinha.
Só de lembrar dá vergonha... mas eu comia uns 3 pães daqueles antes de jantar!
Nessa época eu era magra, nem me preocupava com peso nem nada... mas o amor pelos pães começou ali.
Hoje eu sei que o que mais me atrai no pão não é propriamente o sabor mas sim, o cheiro!
Comprei uma panificadora só pra ter o prazer de sentir o cheirinho do pão assando pela manhã.
Ainda bem que quebrou, rsrs.
Sei que pra emagrecer eu preciso abolir o pão, isto é fato consumado!

Mudando um pouco... outra coisa que costumava comer sempre que podia era brigadeiro de panela.
Putz...
Eu não tinha fome disso. Tinha vontade e pelo menos umas duas vezes no mês eu fazia uma panela.
Não comia sozinha, dividia com os filhos, masssssssss, comia a maior parte: sempre!
Lembro de uma vez que sentei na cama com a panela sobre um pano de prato (pq estava fervendo) e falei assim pro marido: isso é praticamente um orgasmo!
Ele ficou me olhando, e depois riu, me chamou de doida!
Claro que ele naquela magreza jamais entenderia a comparação!
Pq pra mim era bem isso mesmo: tão bom e gostoso quanto sexo!

Só que esses pequenos prazeres fodem com a minha dieta, me engordam e me impedem de ter o corpo que eu quero!

Como mudar isso... difícil...
Mas não impossível!

Faz 10 dias hoje que não como nenhum tipo de chocolate (nenhum doce). O mesmo tempo que não como nenhum farelinho de pão, biscoito, ou similar...
Não tive vontades mas sei que não posso facilitar. Aquela coisa do cheiro... ah...
Chocolate nem tanto, mas o pão...
Tô evitando passar enfrente a padarias, rsrs.

Claro que levo no bom humor, mas o assunto é sério.
E hoje pesei 59,7.
Tá lento, mas tá baixando.

E vc? O que mais te atrapalha??

Beijos.

14282

2 comentários:

cary disse...

oi Maria, sou sua nova seguidora... menina fiquei admirada com sua determinação... eu JAMAIS conseguiria ficar um dia sequer sem o pão de cada dia hehehehh ainda mais pq tem uma padaria bem na frente da mnha casa pense bem.... é nada fácil pra mim... se quiser passsa no meu blog e me segue tbm tá?? grande beijooo e otima quarta!!!

A teimosa disse...

chocolate é o meu veneno, o meu prazer, a minha perdição, o meu vicio, a minha recompensa... mas por causa de uma promessa fikei dois anos.. isso mesmo DOIS ANOS.. sem colocar nada de chocolate nem achocolatado nem capuccino nem qquer coisa ke levasse cacau na boca.. imagina a situaçao da mulher.. a promessa acabou em março.. e pensa na minha situaçao agora.. enlokecida..kkkkk bjokas e fike com Deus

Progresso

NeoCounter