quinta-feira, 1 de dezembro de 2011

Mudanças...

Oi pessoas!!
Fiz umas alterações de cor e eliminei algumas coisas aqui no blog. Acho que ficou legal.

Não fui trabalhar hoje. Não irei amanhã. Não queria ir mais...
Quando as pessoas passam a misturar o profissional com o pessoal, a tendência é dar MERDA.
Como estou com uma TPM fudida, achei melhor ficar em casa.
Monstra chegou de mansinho ontem e estava bem... dai a tarde me tiraram do sério e pronto.
Então, quando decidirem me respeitar, eu respeitarei. Simples assim!
Pelo menos aqui em casa, não corro o risco de perder a razão, até pq é isso que o povo quer.
E de besta eu só tenho a cara, háháhá.

Mudando de assunto pro assunto de sempre: RA,DIETAS E AFINS...

Desde segunda estava me sentindo imensa!
Me pesei várias vezes e ora dava 64, ora 64 e lá vai... até que deu 64,9.
Surtei e pela primeira vez em tempos eu chorei.
Chorei de medo, de dúvidas... afinal eu não como tanto a ponto de estar desse tamanho.
Já estive pior... já tive mais de 70. 70,5, quando a ficha caiu e comecei a me cuidar.
Desde aquele tempo, sempre baixei o peso e ver quase 65 kilos na balança não foi a coisa mais agradável.

Todos esses dias eu inchei. Inchei muito.
Eu acordo inchada.
Não esperava a monstra pra ontem, só pra semana que vem e acredito que o motivo desse inchaço todo seja por isso.
Tomo diariamente mais de 4 litros de água, não deveria inchar desse jeito.
Quase não como sal, tenho feito caminhadas também.
As caminhadas estão mais curtas ultimamente, até por conta desse inchaço.
Tem feito muito calor e usei sandálias e sapatilhas... mas os pés inchavam tanto no final do dia que era praticamente impossível caminhar longas distâncias.
Mas vou mudar isso. Vou trabalhar de tênis a partir de segunda. Tá decidido.

Estou com cólicas infernais desde ontem, quando tive uma desagradável surpresa: não sabem quando irão pagar meu 13º!
Detalhe - é pessoal!
Bem, mas não quero falar mais disso. Quero ficar bem.

Voltando ao assunto principal desse blog: finalmente descobri o que me faz mais mal e o que atrapalha minhas tentativas de emagrecer definitivamente.
É o pão!
Não posso comer pão e isso é algo que eu já sabia, mas nunca aceitei.
Tem até um fato engraçado relacionado ao pão na minha vida, rsrs.
Nas duas gestações eu praticamente não enjoei de nada. Foram bem tranquilas nesse ponto.
Só na gravidez do filhote que uma única vez, após tomar café com pão, eu enjoei.
Lembro que segurei e disse pra mim: poxa, enjoar de pão não né? É sacanagem!
E mesmo após alguns outros episódios, eu segurei firme. Imagina né? Enjoar de pão???
Bem feito, rsrs. Antes tivesse enjoado e nunca mais comido.

Então... dai que eu sei que é o pão que me atrapalha.
E não sei pq acho... eu sei pq é fato comprovado.
Exemplo: Eu passo o dia todo sem comer o abençoado, dai, basta eu comer e pronto: minha pança cresce (eu juro, acontece isso!). Meu estômago que estava ali, bem bonitinho, sem ser notado: PUFF, aparece.
E já faz tempo que eu percebi isso... só não quis admitir...
Fora que minha relação com o pão é complicada.
Eu não sei comer apenas um!
Dai, já viram né?
O quê fazer??

Decidi que pão e alimentos a base de farinha serão reduzidos  da minha dieta.
TÁ, EU JÁ DISSE E JÁ TENTEI FAZER ISSO ANTES!
Mas agora, é pra valer mesmo.
Chega de abrir excessões.
Se eu consigo ser tão determinada em tantas outras coisas... pq não com um simples pãozinho??
Pois é... e desde domingo estou numa relação amiga com os pães e similares.
Já é quinta e continuo bem, obrigada, rsrs.

Acho que alguns alimentos são como vícios.
E pra tratar um vício é preciso ser forte, ter determinação.
Vai fazer um ano que não como carne.
Decidi que não comeria mais e foi tão fácil! Preciso desta mesma força pra resistir ao pão.

É claro que não sou burra pra dizer que NUNCA MAIS COMEREI pão.
Hoje por exemplo, comi duas fatias. Mas só duas. Normalmente eu comeria o dobro fácil, fácil.
Bolos, biscoitos e similares também entraram na dança... consumo moderado daqui pra frente.
Meu estômago tá menos saltado. Não deu pra notar grandes diferenças esses dias por causa do inchaço, mas me sinto bem.

Ah, ontem a sogra disse que eu estava gorda!
Olha, nem vou comentar...

Aproveitando esse comentário infeliz, reduzindo o pão na minha vida e fazendo outras mudanças (afinal, já passou da hora de mudar, que é o título aqui do blog), acredito que estou no caminho certo.

Minha vida pessoal tá tão boa... tirando os dissabores profissionais... não tenho que reclamar.
Então, é só levantar a bundinha fofa e fazer o que eu sei que é preciso.
E dessa vez, sem desculpas!

Não ando com tempo nem paciência pra visitar outros blogs.
A cada dia aparecem vários... mas são sempre iguais...
Torço por todas, afinal, conheço de cor tudo que passam. As histórias se repetem sempre.
Mas, acreditem: É POSSÍVEL MUDAR!
E desejo sucesso a todas!

Visito as amigas antigas com maior frequência, mas acabo nem comentando...
Deixa eu melhorar.
É preciso estar bem pra poder falar.
Visitar pra dizer oi... não rola.

E é isso gente.
Deixei msn no blog, se quiserem add, fiquem a vontade.
É tão bom ter gente nova pra trocar idéias... acho tão maravilhoso conversar com amigas virtuais... muitas vezes, são mais amigas que as pessoas da vida real que se dizem amigas...

Beijooo e boa sorte a todos!!
004


Um comentário:

Beth disse...

Andrea querida, quanto tempo sem vir aqui! Vida corrida...
Amiguinha, eu não sou fanática por pão. Tá, eu gosto bastante, mas não sou fanática e vivo bem sem ele. Por isso, fico P da vida quando percebo que permiti que ele, logo ele, tenha sido inúmeras vezes o grande causador de respostas negativas da Plenna. Ele me enche de gases, nem sempre está tão bom assim, eu como às vezes por comer, raramente é vontade, é necessidade mesmo. Então, já notei que sempre que eu o reduzo bastante e evito-o à noite, meu organismo reage positivamente.
Continue se cuidand, mas nada de neuras, querida. Pesou-se em pleno alvorço hormonal, sujeitando-se a um resultado que pode não ter nada a ver com a realidade, afinal está sim inchada, toda desregulada. Capriche aí, daqui a pouco essa fase passará e você verá que a coisa não está tão ruim assim, tá? E aí, é dar o seu melhor possível e seguir, para vencer sempre. Também não estou numa fase lindna não, masssss não saio da estrada, já botei de novo as coisas para a direção certa. Beijoca.
Beth
http://aconquistablog.wordpress.com

Progresso

NeoCounter