sexta-feira, 25 de novembro de 2011

A SALSICHA

Olá pessoas!!

Acho que nunca comentei aqui que eu sou chata na seleção e compra de alimentos.
Pois é... eu sou.
Marido odiava ir ao mercado comigo, pq, segundo ele, eu ficava mais de duas horas pra comprar apenas algumas coisas... exagero dele, claro...
Bem, penso assim: se eu tô comprando,  vou pagar e depois comer o que comprei, melhor escolher coisas boas. E sempre foi assim.
Não vejo vantagem alguma levar um produto inferior quando a diferença de preço é coisa de centavos.
Em casa, come-se muito bem.

Desde pequena aprendi com meu pai a selecionar, escolher e uma coisa que aprendi  foi saber qual salsicha era melhor. Sim. Salsichas! Eu adoro... adorava.
Não existia a variedade de salsichas que existe hoje... existia mais aquelas salsichas feita de tripa mesmo, que geralmente vinham emendadas umas nas outras em barbante. Alguém lembra??
Hoje ainda tem, mas geralmente já vem sem o barbante, rsrs.
Estas salsichas são as mais caras e mais saborosas que existem. Durinhas, não desmancham. Ideal pra comer crua.
Tá, vão dizer: salsicha não é alimento, salsicha engorda, é caloria inútil e blá blá blá...
Bem, não concordo. Mas cada um com sua opinião.

Desde sempre eu como salsicha. Comprava pelo menos uma vez por semana e gostava de comer crua.
Desde que parei de comer carne vermelha, salsicha e linguiça calabresa defumadas eram as coisas mais próximas que eu comia de carne.
Quando não comprava as mais caras (varia entre 14 e 18,00 o kilo), ficava com a Perdigão (varia de 6 a 8,00) que considero a menos pior.
Sadia eu detesto.
Costumava comprar também a Aurora, que não é tão ruim e custa o mesmo que a Perdigão.

Dai que quarta feira passei num açougue que eu já não gostava muito pq sempre achei que o cara roubava no peso... enfim... era o que tinha rápido e precisava comprar carne pra preparar o jantar. Eu não como, mas eles sim.
Comprei um kilo de carne em bife, 1 kilo de salsicha Aurora e um pote de mel que custava 7,50.
Tudo deu 34,00!
Caralho, cara ladrão. Mas na correria só fui perceber em casa.
Liguei pro meu sobrinho que estava comigo e reclamei que o cara tinha cobrado errado. Ele disse que não, que lá era caro mesmo, rsrs.
Porra mano! Jurei não voltar mais lá.

Em casa, temperei os bifes (que estavam ultra finos) e enquanto fazia outras coisas, tirei a salsicha da sacola, peguei uma, lavei e dei uma mordida...
Não vou nem tentar explicar, mas a salsicha tava estragada. Um gosto de carne vencida, um cheiro horrível!
Estranho é que por fora tava normal...
Corri pro banheiro e vomitei até o que não tinha. Escovei os dentes pra ver se saia aquele gosto da boca... e nada.
Passei muito mal. Acho que mais por nojo, já que eu apenas engoli um pedacinho.

Olha... se antes eu já estava decidida a não comer mais nada que lembrasse carne... depois disso, não mesmo.

Deixei o saquinho na geladeira e falei pro meu sobrinho devolver no açougue. Que nojo.
Nem faço questão do dinheiro, até pq, alí eu nunca mais entro. Ou será que devia armar um barraco lá hein??? Ah, melhor deixar pra lá...
A culpa não foi da marca, claro... mas por isso, a partir daquele dia desisti de qualquer outra. Até a mais cara, rsrs.

E eu gostava tanto de salsicha com mostarda..., buááá.



Mas tudo tem um lado bom né?
Salsicha tem sódio demais, gordura demais, engorda... ficar sem comer pode até ser legal.

E desde quarta estou com o estômago sensível.

Tô aproveitando isso pra comer menos.
Funcionou ontem e está funcionando hoje.

Vou tentar manter o equilíbrio também no fim de semana.
Acho que eu consigo.

Volto segunda pra contar.
Beijos!!!
70





Nenhum comentário:

Progresso

NeoCounter