sexta-feira, 29 de outubro de 2010

A BOA E VELHA: ROTINA!


Oi pessoas!!

Então, hoje tinha retorno no Dr., pra ver se os pontos estavam em ordem (tem 2 ainda), ver a danada da coceira que quase me mata, etc... daí, ontem a tarde eu menstruei. Saco!


Liguei pro consultório e remarquei pra quarta.

Não aguentando mais a coceira, comprei uma pomada e hoje está bem melhor. Ufa!


Daí que esta é a 2ª vez - EU DISSE SEGUNDA VEZ - que menstruo esse mês! Saco!

Daí que resolvi que não quero mais! Vou pedir pro Dr. me receitar a pílula de uso contínuo. De uns anos pra cá tenho odiado esse período. Tenho TPM, tenho cólicas, muito fluxo... enfim, pra quê né? Coisa mais chata. Melhor ficar sem e se existe essa opção, é o que eu quero. Resolvido.

Gente, podem criticar, discordar, nem ligo: EU GOSTO MESMO É DE ROTINA. PRONTO#FALEI!


Vejam só:
Nas semanas que fiquei em casa (do dia 2 até o dia 24) eu engordei muito pra pouco tempo. Essa semana, com a vida mais regradinha, café da manhã/ lanche/ almoço/ lanche/ jantar e ceia, já me sinto bem menos gorda.

Tá, não emagreci o que engordei,
ÓÓÓBEVEO! Mas ó, minha pança tá visivelmente mais murchinha e olha que ontem eu fiquei de monstra.

Ah, taí outro motivo pra eu implorar pro Dr. me receitar a pílula: EU INCHO MUITO.


Não me pesei né, por motivos
óóóbeveos também. Deixa passar essa coisa e eu peso e conto procêis.

Tô tranquila, tô concentradinha na alimentação... acho que dá pra pelo menos eliminar o que ganhei nesses dias. Vamos ver.
Hoje comerei proteína de soja pelo 3º dia. Progressos, rsrs.

Ah, deixa eu falar da filhota:
Gente: EU ENGORDEI A BICHINHA NESSES DIAS TAMBÉM! Tadinha, rsrs.

Ela ficou um grude comigo. Ficava sempre ao meu lado, me ajudava na hora dos curativos segurando o espelho e claro, fazíamos as refeições juntinhas.
Claro, não deu outra: engordou também.


Vou procurar um outro pediatra pra ela no convênio.

A última era boa, mas quero outra opinião. Sei que ela está gorda, mas precisamos de uma solução.

Não adianta simplesmente dizer pra mim: sua filha está muito gorda. Isso eu sei, qualquer um vê!



Comer ela come muito bem. E é foda dizer não. Então, preciso de soluções.


Tô pensando em colocá-la na natação. A merda é que as academias onde moro só tem natação infantil durante o dia e pra nós, o ideal seria a noite...
Vou fazer mais pesquisas, mesmo que seja noutro bairro.


Vou relatando aqui os progressos dela. Aguardem.


Ontem coloquei algumas visitas em dia. Falta eu arranjar um tempo e visitar todas as seguidoras que ainda não conheço.



Gente, calma aí que uma hora eu chego.
Minha net em casa é ruim. Daqui é melhor, massss, tenho que trabaiá né?


Sim, eu posto do trampo na maioria das vezes. Mas antes, faço todas as minhas obrigações, certo!

Sou menina responsável, rsrs. Findi chegando, domingo temos que ir votar... ô dureza! Não sei se trabalharemos segunda, mas se trabalharmos, apareço por aqui. Senão, só na quarta.

E é isso.


Eu erro, eu acerto.
Ando devagar, mas nunca ando pra trás, hehe.

Bom final de semana à todos.


BEIJOS!!!

3 comentários:

Emagrecendo disse...

Olá, Xara vim retribuir a visitinha e desejar q se recupere o qt antes, vamos q vamos nessa nossa batalha conte comigo e com certeza contarei com vc bjs !!!

welze disse...

bom saber que está melhor. se cuide mais ainda. também gosto de rotina. é um previlégio, como sempre falo, ter uma rotina, uma segurança. rotina para mim, não é sinônimo de marasmo.

Beth disse...

A saída da rotina muitas vezes atrapalha sim, não há dúvida. A menos que a gente já esteja com um planejamento bem redondinho para o período especial. Geralmente, nas férias, eu acabo me dando bem, porque caminho mais, me movimento mais no geral, mas tenho que me organizar para que isso não se associe a belisquetes, a salgadinho aqui e ali, que é o que me derruba.
Na rotina as coisas ficam mais organizadinhas. Logo você entra de novo no eixo.
Sobre a filhota, é importante, sim, obter orientação. No caso, acho que seria bom conversar com um bom nutricionista, especializado em crianças e adolescentes, pois é preciso fazer as coisas de um jeito que não represente privações e sacrifícios para quem ainda não tem a consciência do valor daquilo etc.
E para que a mamãe não se sinta uma bruxa por dizer um 'não',afinal a gente só quer ver os filhos felizes.
Mas aí, vem o conceito mais amplo de felicidade, a lembrança de que se tornarem obesos os filhos mais adiante não estarão tão felizes assim, passarão por situações desagradáveis, poderão sofrer de auto-estima baixa, ter dificuldades para as roupas que curtem e adequadas à idade, para algumas atividades etc., a saúde poderá ser prejudicada etc.
Enfim, medir isso e agir de um jeito que seja legal hoje e amanhã também, não é moleza. E com ajuda, pode ficar mais simples.
Desejo sorte, minha querida. Beijos.

Progresso

NeoCounter