segunda-feira, 19 de abril de 2010

Estou aqui

Olá crianças...
Estou voltando.
Estou bem. Poderia estar melhor, mas estou bem.

Acho que nunca fiquei tantos dias sem postar.... confesso que não tive ânimo.
Não fiz visitas, não comentei, li os comentários meio por cima. Desculpem.

Já comentei aqui em algumas ocasiões que trabalho numa empresa familiar. E isso não é tão fácil como pode parecer.
Já faz quase 7 anos e no início foi muito bom.
De uns 3 anos pra cá tem sido um inferno.
Vez ou outra eu reclamo e as coisas melhoram. Mas... vou ter que reclamar pra sempre???
Tem sempre um querendo ser melhor que o outro. Fofoquinhas daqui, conversinhas dali, cara feia de um lado, cara feia do outro.
E eu que fico aqui no meu cantinho, acabo sofrendo todos os males desse ambiente ruim.
Difícil.

Outro dia encontrei uma amiga da época em que trabalhei no Hospital do Câncer. Fizemos curso de enfermagem juntas e tal.
Foi uma alegria imensa reencontrá-la. Soube que ela estava me procurando também e eis que nos encontramos no orkut.
Trocamos telefones e ela me ligou.
Falamos quase 1 hora. Senti a emoção do lado de lá e também me emocionei bastante.
Dentre outras coisas, ela me disse estar trabalhando lá no Beneficencia... estava super animada, o trabalho na área da saúde é gostoso.
Dai fiquei aqui pensando: o que estou fazendo com a minha vida?
Fiz curso, gastei a maior grana pra quê??
Pra ficar aqui passando nervoso? 
Pra levar problemas pra casa e isso gerar mais discussões??
Pra ficar noites sem dormir?
Estou revendo isso com urgência.
Cansei de chutar cachorro morto. Quando a coisa não tem jeito, melhor pular fora.


Reencontrar essa amiga me fez ver isso e outras coisas que eu fingia não ver: eu sou muito carente!

Sabe, nunca fui de muitas amizades. Tive poucas e leais amigas e um ou dois amigos de verdade.
Talvez por ser mais reservada, por não me abrir muito, não tenha sido tão popular, rsrs.
Dai que me casei cedo e as amizades foram ficando distantes.


Meu maior contato mesmo era essa amiga. E ficamos quase 6 anos sem nos ver!
Já estamos marcando encontro pra nos reunir, eu, ela, maridos e filhos.
Preciso resgatar essa amizade que sempre me fez tão bem, preciso ter alguém com quem conversar mais.
E olha que nós falávamos tudo. Era uma coisa meio assim, mágica. Uma sempre teve o colo da outra pra chorar, pra rir, tudo.
Uma das melhores coisas dos últimos dias.


Bem, andei desanimada com tudo.
Pensei demais em comida, mas não comi nem metade do que pensei. Menos mal.
A páscoa passou sem grandes novidades. Comi uma caixa de mini chocolates da Cacau Show. Alguns bombons e só. 
Sexta feira ainda tinha ovos e derreti pra cobrir pães de mel que o filhote ama e também mini bolos. Fiz 4. Comi 2. Exagero, mas comi.


Tenho pensado muito em pães mas tenho comido pouco. 
Pensei em comprar uma máquina de pão, mas já desisti.
Não seria a melhor hora.


Semana passada Aninha teve infecção na garganta, tomou Benzetacil. Logo em seguida, foi minha vez. Tomei injeções e antibióticos via oral.
Fiquei mal pra caramba. Chorava muito.
Marido me chamou de mole. Mandei ele pro raio que o parta. 
Queria vê-lo tomando injeções, uma de cada lado, com o corpo todo dolorido e a garganta que não passava nem saliva....


Fiquei 5 dias até melhorar por completo.
Dai que nesses dias todos, as caminhadas ficaram suspensas. Ora chovia, ora estávamos ruins... Desde sexta Aninha vem me cobrando e eu só enrolando a menina.


Os exames dela deram normais. Nada de colesterol, triglicérides ou glicose elevados. Nada.


Ela continua ansiosa. Pensa em comida sempre.
Não estou pressionando pq acho que é pior.


Tenho feito muita coisa saudável. Carnes magras, saladas, legumes no vapor e muito pouco doce ou massa. Aboli o óleo. No preparo de arroz, feijão, carnes e outros, somente sal e temperos.


Ontem fiz um arroz diferente.
Cozinhei com curry e um pouco de açafrão pra deixar bem amarelinho.
Fiz legumes no vapor bem durinhos e misturei com uma ponta de margarina light.
Pronto.
Agora ela quer assim. Terei que fazer hoje novamente.
Melhor pq assim ela come menos arroz, que foi a principal recomendação da médica.

Não pesei a filhota, mas não parece que tenha engordado.
Eu? 61. Pesei hoje cedo.
Tive medo pq nas últimas semanas comi sem preocupação.
Não medi, não calculei nada. Simplesmente comi.


Não estava num bom momento e a última coisa que eu precisava era me preocupar em comer menos.
Acabou que não comi nem menos nem demais. Só comi.


Engraçado isso. Imaginei que fosse engordar, mas não.
O peso se manteve.
Mas não tenho gostado do que vejo no espelho.
Como sabem, sou baixinha né... e esse peso não tá legal. Não combina comigo.
Tem gordura sobrando nas coxas e ontem me olhei no espelho de costas e odiei o que vi.
Minha bunda parece enorme, meus quadris também. As coxas estão juntando novamente e eu não quero isso.
Fora que já fiquei tempo demais na casa dos 60 de novo.


Preciso mudar isso. 
Não tenho muito pique ainda, mas hoje já me policiei e comi direito.
Comi observando quantidades e qualidade.
Até fiz anotações na agenda!
Amanhã vou repetir e depois e depois.
Não vou pesar essa semana. Nem na outra, quando estarei na TPM.
Postarei o peso somente lá pro fim do mês.


Devo voltar às caminhadas nessa semana, mas somente pela Ana, pq pra mim não adianta nada. Pelo contrário, até me empaca mais.
Sinto que é mais fácil eu emagrecer comendo menos e depois fazer os exercícios.

Vamos ver como será daqui pra frente.

Não vou prometer visitá-las hoje.
Durante a semana vou até a casinha de cada uma. Dar a atenção e respeito que vcs merecem.
Quero agradecer de coração à todos que aqui vieram, que sentiram falta, que se preocuparam.
Obrigada mesmo tá?


Ficarei bem, estou me esforçando pra isso.


Volto depois pra ir contando como está.


Beijos.















4 comentários:

Natalie Angel Jolie disse...

Oi Amiga... fikei preocupada, realmente imaginei q tinha acontecido algo serio pois vc naum é de sumir assim... Vou te falar a sinceridade: na minha opinião é muito pior trabalhar em empresa familiar... e to te falando isso pq eu passo por isso, mas graças a deus só uma vez por semana. Trabalho na escola da minha cunhada, onde ta o marido as irmãs cunhados.... acham q pq são da familia tem q fazer mais do q saum pagos pra fazer; outros acham q por serem parentes tem q ter mais beneficios... pra mim isso é um inferno e imagino q naum seja facil pra vc aturar isso... se vc tem a possibilidade de mudar o rumo da sua vida pra melhor, naum disperdice!!! Beijos pra vc e pra ana, ainda bem q estão melhores e realmente, seu marido fez um comentariopessimo... essa injeção é um castigo, principalmente pra quem ja ta debilitado.... Bjus e bom feriado!

MADAME DE MEIA FURADA disse...

Tô preocupada com todas vocês. Muito desânimo! Se a situação tá ruim, se chacoalha que a coisa ajeita! O negócio é sair do lugar querida. Ficar sentada no formigueiro sentindo o bumbum arder não é a melhor saída.
Simbora! Simbora! Afaste de você as pessoas que te fazem mal, e cative as que te fazem bem pra que estas estejam sempre pertinho de ti.
Simbora menina, bota um sorrisão nessa cara!

Marilia disse...

Querida! vc realmente tá precisando dar uma sacodida na vida, rsrsrs, mulher já pensa 24 hs por dia, quando está em crise então, só pensa....e espero que chegue a uma conclusão e que seja melhor pra vc e sua família, mas é sempre bom pensar em vc, no que te faz feliz, no que fazer e como quer fazer, então....espero que esse encontro tenha realmente acendido uma lampadinha aí, e que vc bote pra ferver....
beijos

Mary disse...

Vamos, Lá amiga!!!
Força que torcida não falta.
Somos poucas 'das antigas' na luta por uma vida melhor, mais saudável (corpo e ALMA).
Bem estar não tem preço.
Beijo meu.

Progresso

NeoCounter