quarta-feira, 27 de janeiro de 2010

Crise? Será?

Oi gente!
Continuo na correria no trabalho, em casa...
Visitei alguns blogs, comentei alguns e só.
Tempo... falta de tempo.
E olha que tivemos feriado na segunda!
Aproveitei pra descansar, curtir marido e filhos.

Sábado levei Ana ao cinema.
Como só tem 6 anos, era difícil encontrar algo bom, que ela gostasse e que pudesse entrar.
Achei um filme e apesar de ser drama, era livre!
Sempre ao seu lado.
Ela a-d-o-r-o-u!
O filme, o cinema, a pipoca enfim, foi muito gostoso.
Já estamos combinando de ver outros. O próximo será O Fada do dente, uma comédia.

Teve gente que me perguntou assim: mas vc vai levar sua filha pra assistir um drama?
Olha, a filha é minha e ela vai assistir o que eu acho que deve. E além do mais eu contei a sinopse do filme pra ela e foi o que ela escolheu!
Porque eu me recuso a levar minha filha pra assistir Xuxa. Isso não levo mesmo.
Como as opções de desenho eram chatinhas, foi esse mesmo e a história é muito linda. Ela aprendeu alguma coisa, com certeza!

Bem, aqui em SP tem chovido todos os dias. Não falha um!
Logo cedo faz um friozinho, depois esquenta (hoje o sol me queimou os braços) e a tarde, chuva.
São 14 e pouco e já escuto os trovões. E se chover proporcional ao sol que fez meio dia... vai ter muito bairro alagado de novo!
Nunca tive medo de enchentes, acho que pq nunca vi uma de perto, mas fiquei assustada dia desses quando vi no noticiário que até os bairros mais nobres estão alagando.
Tem um bairro em SP que ficou muitos dias embaixo d’água e agora com a volta das chuvas fortes, tá tudo inundado de novo!
Penso no sofrimento dessas pessoas...
A gente trabalha tanto, e no fim acontece uma coisa dessas.
Por isso que agradeço sempre por tudo.
Posso não ter tudo que eu quero, mas tudo que tenho é meu, foi comprado com dignidade e moro num lugar bom, numa casa ótima onde não preciso me preocupar com esses riscos.
Muitas vezes reclamamos de “barriga cheia”, literalmente!
Pq pensem na dor dessas pessoas que a enchente leva tudo?
Eles saem pra trabalhar e na volta não tem mais nada em casa e muitas vezes, nem a casa!

Adoro dormir ouvindo o barulho da chuva. Só que ultimamente tenho rezado pra que não chova tanto...

Minha RA tá seguindo.
Alguns escorregões, alguns acertos... tá indo.
Podia estar melhor? Podia, claro.
Mas estou ajeitando as coisas.

Ah, faz tempos que preciso falar isso e sempre esqueço:
Durante o dia eu me mantenho bem, controlo tudo, e sempre deixo a maior parte das notas (pontos) pra consumir a noite quando sinto mais fome (ou vontades).
Porém... esses dias tem sido complicados...
Pra quem não sabe, parei de fumar ano passado e tenho tido crises de abstinência retardadas...
Tem dias (ou noites) que eu surto e saio atacando tudo, tudo mesmo que vejo pela frente.
Sei que não devo, que aquilo vai passar... mas tá complicado.
É a porra da falta do cigarro!
Fiz o teste outro dia.
Serrei um cigarro do marido e fumei.
Putz, que calma... não comi mais nada depois dele. NADA.
Toda a vontade passou.
Só que senti tontura e ânsia de vômito depois, hehe.
E vi que não vale muito a pena voltar.
Aliás, nem sonho.
Mas é complicado. Quem já fumou sabe como é. E quem nunca fumou, por favor não critique.
Não fale daquilo que vc não sabe, ok?
Pq o que eu já ouvi de gente falando que quem não consegue parar de fumar é sem vergonha não tá escrito! E isso me deixa bem puta da vida!
Eu parei, só que digo por experiência que não é fácil. Não é e pronto.
Vai muito além da força de vontade.
E as pessoas que dizem isso nunca fumaram. Ah, então me erra.

Exercícios... eu só enrolo pra começar fazer.
Dá até raiva de mim, pq o simulador fica no meu quarto e não me custaria nada fazer uma hora enquanto vejo TV.
Mas não, eu deito e assisto!
Embora nos últimos dias eu tenha mais é dormido, poderia tomar juízo e me exercitar né?
Vou me esforçar.

No trabalho (Lostlândia) as coisas estão mais ou menos...
Vontade de mandar alguns pra puta que pariu, hehe, mas sabe como é... depois passa.
Já tive muito prazer em trabalhar aqui. Hoje não.
É só pelo dinheiro mesmo, pq motivação não tenho nenhuma.
E olha que eu era super animada, cheia de idéias e planos de melhorar, vender mais... daí vc vê tantas injustiças que o tesão acaba. O meu nesse lugar acabou... faz algum tempo já....
E é isso gente.
Estou levando... Uma hora eu acerto.
Beijos.

4 comentários:

Beth disse...

Obrigada, amiguinha, pelo comentário solidário, compreensivo, carinhoso. Vamos levando né?
Quanto ao filme 'Sempre ao seu lado', eu já o vi e gostei muito. Pior que assisti alguns dias depois de saber que o Murray estava com câncer e saí do cinema ainda mais angustiada.
Quando meu filho era pequeno, também o levava sempre ao teatro e ao cinema. Também procurava ser bem seletiva. Mas, não nego, ele também viu bobagenzinhas que, se não agregam nada, ao menos distraem.
Sobre o cigarro: fumei por 12 anos. Larguei de uma só vez. Mas sei que não é 'simples assim' para a maior parte das pessoas. Eu jamais associei o cigarro a nada, a não ser ao prazer de fumar. Não compensava nada com ele, não comia mais ou menos por conta dele. Talvez isso tenha sido preponderante para parar na boa. E talvez, muito provavelmente, pelo fato de eu ter, sim, associado o cigarro, de uma só vez, a riscos graves para a saúde, que eu não queria ter. Já bastava estar obesa, já bastava estar estressada e tudo mais...
Acho que aos poucos você conseguirá dissociar as coisas e lidar melhor com isso. Não dá para criticar, as coisas são de jeitos bem similares e ao mesmo tempo tão particulares para cada um, não é?
Agora, quando ver que a fissura está vindo, tente então compensar de outro jeito, que não seja comendo. Atividade física? Leitura? Algo que a distraia sem prejudicar.
Saberá identificar. Isso passa.
Beijocas, valeu por tudo. E vamos em frente.

Rebecca - Sou Vigilante disse...

Vixi, tanta coisa... Risos!

Filme: Ué, se vc conseguiu fazer uma guria de 6 anos ficar quieta assistindo um drama, ta valendo. Óbvio que vc não iria leva-la num lugar que não fosse fazer bem pra ela.
Fome noturna: Eu sei bem o que é isso. Sempre tive e sinceramente, começou a me incomodar.
Quanto ao cigarro, eu tambem fumei por anos e decidi parar. Puta merda, decisãozinha complicada, né? Porque é muito mais comodo acender um cigarrinho e ja eras. E parar de fumar engorda sim!!! Ao inves de fumar o que a gente vai fazer? Comer!!! Tô pensando seriamente em voltar a fumar, porque toda essa draga me deixa bem mais infeliz do que cheiro de cigarro.

Ok! Só um desabafo, sei que se quero mais saúde, tenho que permanecer longe do vicio.

Trampo: Eu tenho data de validade nas empresas. Na que eu estou, sinto que ja ta vencendo meu prazo, porem é uma empresa pública.

Ó ceus!
Risos!

Marilia disse...

Oi, flor!
Difícil, hein! Parar de fumar realmente é mmuuuuito difícil! Eu tbém parei ano passado, e agora ando dando uns "pegas" mas estão ficando muito crescentes e me preocupó em voltar, por isso, te digo, resista, não comece a dar tragos, vc vai pro buraco com certeza....rsrsrs... mais uma coisa: É uma delícia fumar! Eu sempre digo que não tem nada que possa me satisfazer como o cigarro, "Ô trem bão", mas faz mal pra gente e bla bla bla, q vc já sabe....mais uma vez a gente tem que ser adulto e equilibrada e saber que o negócio é bom mas faz mal.....paciência, estamos vivas e precisamos nos manter assim...beijos...força na peruca

Dani disse...

Amiga linda, demorei, mas voltei! Eu vi os dois filmes que vc citou e adorei! Vale a pena levar sua filhota... Também me recuso a ver Xuxa!!! levár minha criançada, muito menos! Por algumas razões estou limitando as visitas no meu bloguinho. Gostaria muito que vc continuasse a me visitar. Estou te mandando um email para te acrescentar na listinha de permissões, ok? Beijinhosssssssss

Progresso

NeoCounter