quarta-feira, 15 de julho de 2009

Onde foi que eu parei? Eu e minha cabeça de gorda...

Bem, desde a última postagem pensei em dar um tempo por aqui.

Meu tempo no trabalho está corrido.

Muita cobrança, pouca cooperação e vamos combinar: depender de terceiros pra trabalhar é um saco.

Até chego animada aqui, mas com o decorrer do dia, dá um desânimo...

Bem, mas deixa pra lá. Dane-se o resto.


Semana passada teve feriado na quinta e trabalhei na sexta.

Uma chuva dos infernos!

Minha sorte é que marido não trabalhou e fiquei com o carro.

Andar na chuva é muito ruim.

Sábado também choveu o dia todo e trabalhei muito em casa.

Logo cedo fui ao dentista com o marido e como ele estava com dor (fez uma micro cirurgia), acabei limpando a casa sozinha, lavando roupa, pendurando... e o céu desabando. Choveu muito mesmo.


Domingo a bestona aqui resolveu descongelar a geladeira...

Desliguei a bichinha, fui ao posto trocar o óleo, depois fiz feira, fui ao mercado e na volta comecei a limpá-la.

Lavei as trocentas peças que existem nela (pra que tanta peça, tanto nicho, tanta prateleira?????), tirei tudo que não prestava, separei um tanto de legumes e verduras pra fazer.

Só sei que meu almoço saiu às 18:30!

O povo em casa verde de fome, hehe.

Fiz arroz de forno, brajola, salada de repolho com couve e cenoura ralados (comprei tudo embaladinho na feira, hehe) e salada de beterrada.


Desde sexta eu não sei o que é ficar parada.

Folguei mesmo somente na quinta que foi feriado em SP.

Quero outro feriado, rsrs.


Desde o início deste mês, tomei a decisão de mudar e chegar ao peso da meta.

Decisão tomada, passei a caprichar na alimentação e muito mais nos exercícios.

Só teve dois dias que não fiz e foi segunda e ontem.

Motivo, desculpa ou que seja: Muito frio e cansaço na segunda, tanto que cheguei, fiz e dei janta pro povo, comi um pouco, tomei banho quente e capotei.

Dormi antes das 21:00h! Coisa rara isso.

E ontem, torci o pé na caminhada pra casa e também estava lotada de gases, com um desconforto imenso na barriga. Hoje ainda está tudo dolorido. O pé e a barriga.

Vou dar um tempo no repolho. Me dá muitos gases.


Bem, se por um lado tenho caprichado muito nos exercícios (e olha que isso me dá um puta orgulho!) , por outro lado tenho pecado E MUITO na alimentação...

Notei que desde o feriado, meu consumo de pão, frios (principalmente queijo) e alguns doces aumentou consideravelmente.

Sei que isso não é bom, mas confesso que está complicado largar essas coisas viu!

Não sei se é por conta do frio, por conta das manhas do marido que está tratando um canal e fica cheio de frescurites pra comer, ou por conta da minha cara de pau mesmo. Só sei que tá difícil “desapegar” de coisas gostosas.

Sei que elas estarão sempre aí, disponíveis e que não preciso comer todas num só dia.

Me controlo muito, mas sei que ando abusando.

Mas... estou tentando. Juro.


Hoje não tem desculpa. Aparelho por 60 minutos. Sem choro, nem frio nem cansaço, nem gases e nem dor.


Sabe gente, tenho notado muitas pessoas em férias nos blogs. Algumas eu sei que saem mesmo e voltam na boa.

E como já disse também em postagem antiga, não me vejo preparada pra entrar em férias aqui no blog.

Sei lá... férias pra minha cabeça significa férias mesmo. E nas férias a gente se larga e fica tudo meio ao “Deus” dará, sabem como é??

Tô preparada pra isso não...


Acho legal ficar de férias. Férias no trabalho por exemplo: serve pra repôr as energias, descansar a cabeça e o corpo.

Já férias na escola, com as crianças, pra mim tem outro significado... e é aí que mora o perigo...

Significa muitas comidinhas diferentes, bolos, pipoca com manteiga, chocolates fora de hora e muito lanche. Afinal, eles estão de férias né?

Eita... eu e minha cabeça de gorda mesmo.

Sinto que preciso mudar isso. Urgente.

Sorte minha é que não tiro férias com eles, os filhos. Senão estaria ferrada. Ou mais ferrada ainda né?

Imagino eu, em casa, uma semana inteira com as crianças. Não daria muito certo, gastronomicamente falando.

Pq eu quero sempre agradá-los e sabem como é... fazer coisinhas diferentes e gostosas (e calóricas!). Tá aí a cabeça de gorda outra vez...

Existem várias coisas pra fazer com eles, curtir e que não precisam necessariamente acabar em comida né? Mas vá explicar isso pra cabeça de gorda.


Aff, sinto que preciso de férias. Mas férias só pra mim. Pra mudar minha cabeça, hehe.

Bem, enquanto isso não acontece, vou me virando e contornando as coisas. Até reaprender.


Ah, em casa tá tudo certo.

Só marido que continua com a boca meio inchada por conta do tratamento de canal.

Filhos estão ótimos, lindos e saudáveis. Cachorro tá bonitão e os gatos estão bem.

Ah, esqueci. Não contei que tenho dois gatos agora né?

Outro dia eu conto.

Beijos.

3 comentários:

Musa disse...

Olá, desentupi, foi pouco, mas já é um vom começo, rs.
Parece que o nosso encontro vai acontecer na minha casa, tia Beth falou que a casa dela é pequena, eu vou adorar que seja na minha casa, tô só esperando vcs combinarem com o Toninho e a Chuca, vai ser legar nossos filhos brincando, o meu já meio que paquera a da Chuca.

Beijinhos

Engenheira Dietética disse...

Olá!! passei pra deixar um beijo e meu estímulo pra seguir em frente

Luciana disse...

Olá amiga, já leu o livro: Semente da Vitória? É do Nuno Cobra, treinador do Ayrton Sena. Você o encontra mais barato nas livrarias Saraiva, pode ser pela internet. Dá a você outra visão do exerc´cio físico e pacientes minhas que não gostavam de fazer academia, se apaixonaram, vale apena ler amiga,além de várias outras dicas que ela dá.
Um beijão grande

Progresso

NeoCounter