terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

ESTAMOS ASSIM...

Oii pessoas

Passando pra dizer que estamos bem.

A raiva do médico ainda não passou completamente e tô pensando seriamente em reclamar dele no convênio. Sei que não vai adiantar nada, mas pelo menos reclamarei.

Pode ser que outras mães também não gostem dele e não reclamem por pensar que não adianta.

Embora ele não tenha dito nenhuma mentira (a Ana tá mesmo acima do peso, obesa) acho que devia ter um pouco mais de educação, bom senso e responsabilidade!

Responsabilidade sim, pq não imaginei que ela ficaria tão chateada!

Pois é. Ela ficou chateada e já a peguei umas 3 vezes reclamando dele.

Da última ela disse assim pro pai dela: Pai, aquele médico é um idiota e não sei pq ele me chamou de gorda, de obesa. Devia se olhar no espelho antes pq gordo ele também é! E eu sou criança!

Eu sou gorda, mas ele é bem mais e é um chato.

Achei graça pq ela não costuma ligar, mas é como falei: Não foi o que ele disse, até pq é verdade. Foi COMO ele disse, entendem?

Bem, vamos esquecer este episódio e seguir.

Aninha está se comportando muito bem e mesmo não sendo uma boa idéia, pq pode gerar ansiedade e tudo mais, estamos nos pesando todos os dias.

Tem dia que o peso não muda e teve dia que aumentou.

O lado bom disso é que no dia que aumentou o dela, o meu também aumentou.

E não porque comemos demais não.

Então sentei com ela e expliquei que é assim mesmo, que ela não devia ficar preocupada, que podia comer nas quantidades que estamos definindo e tals.

Gente... tão bonitinho vê-la selecionando os alimentos. Coisa linda!

Reduzimos algumas coisas, cortamos outras e acrescentamos coisas novas ao nosso cardápio.

Como eu sei quanto vale cada alimento, quantas calorias tem cada coisa, fica mais fácil.

Ela escolhe o que quer e eu determino a quantidade.

Estamos nos entendendo bem assim por enquanto.

A única coisa que cortei mesmo foi o refrigerante. Ela andava tomando muito.

De resto tudo está se ajeitando.

Manterei todos informados caso haja mudanças significativas no peso dela.

Vou marcar o clínico pra mim e pro filho. Daí faremos todos exames, nós 3.

Marido fez no final do ano... está bem ainda, rsrs.

A vida profissional.... essa tá naquelas...

Não é novidade que esse lugar me estressa, me irrita, me engorda, me deixa pra baixo.

Não é o trabalho, pq esse eu adoro. É o lugar e são os “colegas” de trabalho.

É uma inveja, uma fofocaiada, e olha que eu não abro a minha boca pra nada!

Imagina se eu fosse Maria vai com as outras???

Fico sempre na minha, trabalho bem, vendo bem... mas tem sempre os “zóios”grandes, sacomé??? (Marília, saudade de vc, boba).

Daí é uma gracinha aqui, uma fofoquinha ali, uma pegação no pé... aff. Guento mais isso não!

Já me orgulhei muito de trabalhar fora, de ser independente, gosto de ser assim. Gosto dessa dupla jornada que apesar de cansativa me dá prazer.

Só que ultimamente, tenho tido apenas dores de cabeça.. E isso não é legal.

Estou esperando algumas coisas se acertarem pra finalmente eu poder gritar: me demito.

Acho que até o final desse ano dará tudo certo. Daí, cuidarei da minha vida.

Ando muito cansada. Muito mesmo.

Acordar super cedo, dormir tarde e trabalhar sem vontade, tem me consumido muito.

Ando com olheiras fundas, um horror.

Sabe o que é mais engraçado?

Eu acordo super bem, de bom humor e tals, apesar do cansaço físico.

Tomo banho, me visto, tomo café com filhos, despacho os dois e vou pro trabalho.

Quando chego aqui... tudo muda.

Sabe quando parece que temos um peso nos ombros?

Começo a me sentir irritada, triste, cansada, com um sono sem fim....

É... não adianta reclamar. O jeito é mexer o bundão e fazer com que tudo se ajeite pra eu poder sair daqui. E tem que ser logo.

Bem, é isso.

Beijos e volto quando der.

Nenhum comentário:

Progresso

NeoCounter