quarta-feira, 20 de maio de 2009

Anotar todos os dias, pra não cair em tentação

Oiii!!
No post anterior, fui falando do Gato e esqueci de falar como andam as coisas na minha RA...
Domingo, depois do acontecido, confesso que "desandei".
Fiquei triste mesmo e não me preocupei com o que comi.
Pra falar a verdade, nem sei se comi demais, ou menos do que devia no domingo e na segunda.
Mas, ontem... ontem eu passei dos limites do aceitável!
Não contei, mas devo ter comido uns 10 quadradinhos de bolo!
Era aqueles bolos de caixinha, que trouxeram e deixaram na minha mesa ao lado da garrafa de café... Não tomei o café, mas comi pedaços de bolo o dia inteirinho.
Sabe como é... friozinho, eu gripada, com tosse... juntou a fome com a vontade de comer e danou-se tudo!
Mas, ontem foi ontem e já passou.
A cada quadradinho que eu pegava e colocava na boca, estava ciente de que não devia, mas, fiz assim mesmo.
Então, nada de culpa. Fiz, passou e hoje é outro dia, onde voltei a anotar tudo, pra não me perder.
Não conto as calorias, até pq não tenho muita paciência.
Sigo a dieta de 1200cal/dia, porém, mudei algumas coisas. Sigo aquelas quantidades, então, devo ficar entre 1000 e 1200. Sem neuras.
Agradeço os comentários sobre minha filha.
Ah gente, desculpa, mas vou concordar: ELA É LINDA MESMO, HEHE.
A foto do post anterior, com o gato, é do ano passado. Ela era menorzinha e não estava tão gordinha como hoje. Mesmo assim, tava bem lindinha, rsrs.
Sou corujona mesmo, daquelas que lambem a cria e mesmo quando já estão crescidos e parcialmente "independentes", fico em cima.
Eu mimo demais os dois, tanto ela quanto o Dan.
Acho importante passar o amor que sinto pra eles.
Geralmente, eu chego em casa do trabalho quase 19:00 e já vou preparar o jantar, fazer uma ou outra coisa e meu tempo com eles é curto na semana. Então, eu chego, já agarro, beijo, faço carinho, converso um pouco, chamo pra ficar comigo na cozinha.
Ontem estávamos na sala e antes de fazer a janta, dei muitos beijos na Ana, coloquei no colo, abracei. E ela perguntou se eu era assim com a minha mãe.
Confesso que a pergunta me pegou de surpresa! Não, eu não era assim com a minha mãe!
Embora ela me amasse muito (eu sentia isso), o tempo dos meus pais era muito curto. Os dois trabalhavam muito para que não faltasse nada e acabavam deixando os carinhos pra depois.
Era difícil eles terem um tempo pra nos pegar no colo, nos mimar. Não dava...
Acho que por isso que sou assim com meus filhotes.
E não economizo nos carinhos, nos beijinhos, nos abraços e tal. E eles adoram!!!
Onde eu estava mesmo??
Ah, sobre a RA... a minha está voltando ao normal hoje.

Gente, andei fuçando em alguns blogs bem legais.
Pior é que esqueci de salvar e vou ter que buscar outra vez....
São blogs bem do tipo que adoro, com fotos.
Ví cada um do antes e depois... amei.
Histórias de sucesso sim, que motivam muito.
Vou buscar outra vez, fazer contato e pedir permissão pra postar aqui.
Por enquanto, os que tenho e que já comentei aqui são o da Zá e da Gabriela. Elas emagreceram muito e continuam. E o mais legal, o blog delas tem fotos. ADOOOOORO. São dois dos muitos exemplos a seguir.
UP: E não posso esquecer também da Beth e agradecer pelo carinho.
Se tem uma pessoa que merece elogios, é ela.
O blog dela é antigo, mas, tenho certeza que já ajudou muita gente por aqui.
As outras meninas que acompanho ainda não chegaram lá, mas tenho certeza que é uma questão de tempo.
São esforçadas e se depender da minha torcida, chegam ao peso ideal, com certeza.
E assim que chegarem a meta, vão postar fotos, pra incentivar um montão de gente.
Com essas pessoas fui pegando informações aqui e alí e aos poucos, já eliminei um montão de kilos e medidas.
A cada dia sinto maior a importância do blog nesse processo.
Ajuda muito.
E é isso.
Volto quando tiver mais novidades.
Beijos!!!!

4 comentários:

♥ RENATA disse...

oiee, adorei seu cantinho e quero voltar sempre... posso??? olha, para selar nossa amizade deixei um mimo pra vc no meu blog, se quiser dá uma passadinha lá... beijinhos

Are disse...

Oi Flor!!
Blog com foto é bom mesmo, assim temos certeza do antes e do depois, hehe!!
As meninas q vc citou são sim um exemplo a seguir, tem algumas outras q conheço, mas pena q o "estrelismo" dominou a mente delas, hehe!!
Continua firme ai e paiaçaaa pára d comer bolo de caixinha, olha a cinta grossa, hehe!!
Beijosssss!!

Brian L.H. disse...

Olá, Maria!
Obrigado pela visita no meu blog.
Gostei muito do seu comentário sincero. É bom compartilhar com quem entende do que estamos falando, não é? Podemos falar e termos a certeza que estamos sendo compreendidos.
Sobre nossa responsabilidade de pais, não é nada fácil. Educar é contribuir na construção do indivíduo em todos os aspectos. Deus nos ajude!

Saúde e força!

Vania San disse...

Fiquei triste mesmo e não me preocupei com o que comi. *** Sabe como é... friozinho, eu gripada, com tosse... juntou a fome com a vontade de comer e danou-se tudo!***

Nós ainda misturamos muito nosso estado emocional e a comida, acho que é aqui que temos de "focar".

Porque se conseguimos comer direitinho um dia, deveríamos conseguir 365 dias rsss e evitar que as emoções nos tirem dos eixos...

Vamos continuar lutando!

beijos

Progresso

NeoCounter