quarta-feira, 25 de março de 2009

Lembrar é bom, pra não errar novamente... O post tá enorme hoje...


Oiii, eu disse que voltaria e voltei, hehe.
Peso hoje – 59,4. Tá baixando devagarinho, mas, tá baixando.

Hoje me deu vontade de lembrar todo esse processo de emagrecimento e também de tempos atrás...

Em janeiro de 2008, eu pesava 70,5.
Lembro que só tive esse peso, depois de cada gravidez.
Quando engravidei pela primeira vez, pesava 58 kilos. Engordei 24 kilos!!!!!
A cada visita ao obstetra, levava a maior bronca. Eu engordava de 2 a 3 kilos por mês!!
Comia relativamente pouco, mas me acabava nos pães. Na época do Natal, eu cheguei a comer 2 panetones inteiros – sozinha!! Me dava uma azia desgraçada, mas, eu comia assim mesmo!
Após o nascimento do 1º, sai da maternidade com uns 76, 77 kilos...
Voltei a trabalhar após 4 meses com 70! E era esse peso que estava no início de 2008.
Levei mais de um ano pra voltar pros 60 e mais outros pra chegar na casa dos 50 (58,57...).
Nos seis anos seguintes, antes de engravidar pela 2ª vez, eu mantive o peso mais ou menos estável. Variava de 56 à 58... Poucas vezes que me lembro cheguei de volta aos 60.
Quando engravidei novamente, pesava exatos 58, como na 1ª vez.
Não achei que fosse engordar tanto, até pq já tinha tido uma experiência anterior, mas...
Repeti o mesmo erro. Não comia muito, mas abusava das porcarias.
Estava lembrando dias atrás de um dia que ficou marcado.
Estava no 6º mês e naquela época eu não trabalhava, ficava em casa com meu filho.
Nesse dia, eu acordei tarde e estava com fome. Fritei quase um kilo de lingüiça e comi 4 pães. Eu fiz os “lanchinhos” assim: Abri o pão, coloquei uma lingüiça dentro, tasquei maionese, catchup, mostarda e de quebra, um pouco de catupiry. Devorei 4 desses, num piscar de olhos!
Teve outras estripulias alimentares, mas a que eu me lembro melhor e com vergonha, foi essa.
O resultado de tudo isso foi 24 kilos a mais, outra vez!!!! E nessa gravidez, perigava engordar ainda mais, pq não completei os 9 meses. Pari no oitavo mês!
O peso estava demais, eu já tinha 30 anos e a bolsa não agüentou: rompeu antes da data.
Ou seja, eu tinha um mês inteirinho pra continuar engordando.
Lembro que sempre ri muito desse fato, mas hoje, com a visão que tenho das coisas, sinto vergonha.
Mas, a cagada já foi feita, então o jeito foi correr atrás do prejuízo!

Minha filha fará 6 anos em junho e desde o nascimento dela eu brigo com o peso excedente.
Diferente da primeira vez, que sai do hospital já na casa dos 70, após o nascimento dela eu fiquei um tempo ainda com os 80.
Só quando ela estava com 4 meses que eu me pesei e estava com 76.
Voltei a trabalhar e me sentia muito gorda, muito feia.
Foi aí que comecei a cuidar do peso, de verdade.
Teve uma época que cheguei aos 60 e poucos kilos, mas ficava feito um ioiô. Baixava, subia... até que em 2008 a ficha caiu de verdade. 70,5 kilos era peso demais pros meus míseros 1,52cm de altura!
Foi aí que iniciei a RA e desde então, o peso tem baixado a cada dia.
Como já falei outras vezes e até comento nos blogs, não é fácil. É um dia de cada vez!
Nesse período, vi meu peso baixar. Vi também ele estacionar. Teve meses que empacava dum jeito que sinceramente, deu vontade de desistir!
Ano passado, num período desse de empacamento, tomei medicação por 30 dias.
Ajudou, mas não foi aquela coisa... foram pouco mais de dois quilos e eu já emagreci naturalmente mais que isso sem remédio!
Pensei em tomar outra vez, mas, desisti.
No lugar disso, investi num aparelho de ginástica e passei a cuidar com maior carinho da minha alimentação. E acreditem: ESTÁ FUNCIONANDO MUITO!
Desde fevereiro, venho anotando tudo o que como numa agenda super linda que ganhei.
Muitas vezes não dá pra anotar a cada vez que como, nela, então, faço assim: Vou anotando num papel e deixo no meu bolso. A noite, passo tudo pra agenda, rsrs.
Tem dias que não dá, mas nesses dias eu controlo tudo de cabeça mesmo.
Não calculo pontos nem calorias. Vou pelo bom senso.

Pra vcs terem uma idéia básica, ontem eu consumi:
1 banana e café
Arroz, peito de frango, salada verde com pimenta (Sim, eu como pimenta todos os dias!!!)
1 trufa (Sim, eu como doces quando tenho vontade!!!)
1 banana
Arroz, salada e bife.
Nesse ponto, achei que já tinha comido demais.... mas, pensei melhor e vi que nem foi tanto assim, então, fechei o dia com 1 copo de iogurte caseiro com 2 colheres de granola.

Não fiz as contas de quanto dá isso em calorias, mas acho que fiquei no limite de 1000cal/dia.

Bem, o post tá enorme então deixa eu dizer o pq resolvi escrever tudo isso.
Tenho visto muito desânimo em alguns blogs...
Sabe, eu também já tive minha fase assim.
Emagrecer não é fácil. É preciso empenho, esforço e principalmente persistência!
Quantas vezes eu já usei a tão conhecida expressão: JAQUEI!!!
Usei várias vezes. Pensei em desistir?? Sim, muitas vezes também.
Só que eu pensava assim: Se eu desistir, vou ter que recomeçar tudo outra vez...
Recomeçar é bom e é preciso, quantas vezes forem necessárias, só que uma hora cansa né? E é isso que vejo que anda acontecendo com as pessoas.

Não vim aqui pra dar conselhos, só contei minha história pq talvez possa ajudar quem está meio desanimado.

E uma coisa eu digo pra quem quiser ouvir: Se eu consegui, todas conseguem. NUNCA DESISTA DE VOCÊ!!!!

Beijos.

2 comentários:

Gezinha® disse...

Muito legal o seu post.
Eu engordei 8 kilos em cada uma das minhas gestações ( 2), mas qdo eles estavam com 4 ou cinco meses eu começava a engordar e engordar, na do 1 cheguei na casa de 82, ai fui me cuidando e tal emagreci, ai logo engravidei novamente, agora preciso entrar no prumo.
E apesar de algumas vezes desanimar não vou desistir JAMAIS.
Abraços
Gezinha
http://ideiasdicas.blogspot.com/

Gisele disse...

Isso mesmo amiga!
Desistir jamais!

Progresso

NeoCounter